A Psicomotricidade na Educação Infantil

Junior Cadima [i]

Crianças em uma sala de estimulação realizando atividades de psicomotricidade.

Olá, pessoal. Tudo bem com vocês? Espero que sim.

Nesse artigo quero compartilhar com vocês parte do trabalho de pesquisa que venho realizando atualmente, onde tenho estudado sobre a psicomotricidade e educação infantil. O meu objetivo é investigar o como as atividades musicais auxiliam no desenvolvimento psicomotor das crianças.

Vamos lá!

O ser humano é um ser global e possui diversas potencialidades que envolvem diferentes aspectos, como motor, cognitivo, emocional e social. Todos eles estão interligados e a estimulação de um não anula o desenvolvimento do outro (Onofre, 2005; Gonçalves, 2009). A interação entre esses aspectos está diretamente associada ao refinamento das habilidades motoras ao longo do tempo (Oliveira, 2010).

Para Sandroni et al. (2015), hoje em dia é comum as escolas de educação infantil darem uma atenção intensa à aquisição da leitura e escrita e acabam se esquecendo de outras prioridades, como é o caso do aspecto psicomotor. Segundo Oliveira (2004), o desenvolvimento psicomotor satisfatório auxilia e está estritamente relacionado ao bom desempenho escolar da criança.

Pautadas em investigar a importância do desenvolvimento psicomotor adequado, Duzzi et al. (2013); Carvalho et al. (2015) e Sandroni et al. (2015), consideram que a infância é uma fase que requer um direcionamento significativo para atividades que envolvam os movimentos corporais, pois elas irão auxiliar na estimulação das habilidades psicomotoras. Por sua vez, estas darão suporte ao desenvolvimento de habilidades que serão importantes no processo de aquisição da leitura e escrita, como por exemplo: segurar o lápis, delimitar o espaço da folha que irá escrever, olhar para a lousa e escrever, entre outros.

De acordo com Santi Maria (2012), todas essas habilidades psicomotoras serão refinadas ao longo do desenvolvimento da criança, porém na Educação Infantil é primordial a mediação e comprometimento do educador, visto que essa ação se traduz em um suporte para alcançar aprendizagens mais sofisticadas no processo de alfabetização.

Segundo a autora, é importante respeitar as fases de desenvolvimento da criança e é papel das instituições de educação infantil favorecerem um ambiente físico e social rico e desafiador, possibilitando que elas construam os conhecimentos acerca de si mesmos, dos outros e do meio em que vivem.

Referências:

ONOFRE, P.S. (2005). A Criança… E a sua Psicomotricidade: Uma Pedagogia Livre e Aberta em Intervenção Motora Educacional. Lisboa: Trilhos Editora.

GONÇALVES, Maria Cristina; PINTO, Roberto Costacurta Alves; TEUBER, Silvia Pessôa. Da Técnica Aplicada ao Movimento livre: Aprendendo a Educação Física. Jogos. Ed, Bolsa, v. 2. 2009.

OLIVEIRA, G. C. (2010). Avaliação Psicomotora – À Luz Da Psicologia E Da Psicopedagogia. Petrópolis: Editora Vozes.

SANDRONI, Giuseppina Antonia; CIASCA, Sylvia Maria; RODRIGUES, Sônia das Dores. Avaliação da evolução do perfil motor de pré-escolares com necessidades educativas especiais após intervenção psicomotora breve. Rev. psicopedag.,  São Paulo ,  v. 32, n. 97, p. 4-13,   2015.

OLIVEIRA, G. (2004). Psicomotricidade, Educação E Reeducação Num Enfoque Psicopedagógico. Petrópolis: Ed. Vozes.

DUZZI, Maria Helena Bombonato; RODRIGUES, Sonia das Dores; CIASCA, Sylvia Maria. Percepção de professores sobre a relação entre desenvolvimento das habilidades psicomotoras e aquisição da escrita. Revista Psicopedagogia, v. 30, n. 92, p. 121-128, 2013.

CARVALHO, Mariana Coelho; CIASCA, Sylvia Maria; RODRIGUES, Sônia das Dores. Há relação entre desenvolvimento psicomotor e dificuldade de aprendizagem? Estudo comparativo de crianças com transtorno de déficit de atenção e hiperatividade, dificuldade escolar e transtorno de aprendizagem. Revista Psicopedagogia, v. 32, n. 99, p. 293-301, 2015.

MARIA, Santi et al. Desenvolvimento psicomotor de alunos na Educação Infantil. 2012.

Imagem: https://psicomotricidade.com.br/sobre/o-que-e-psicomotricidade/

[i] Colaborador do blog Arte+Ciência Inclusão. Músico, Pedagogo, Especialista em Psicopedagogia, Psicomotricidade e Neurociência  Aplicada à Educação.

Um comentário em “A Psicomotricidade na Educação Infantil

  • 02/03/2019 em 22:52
    Permalink

    As experiências infantis são super enriquecedor pois todos os momentos eles voam mostrando suas capacidades de aprendizagem a diquir gradativamente e realmente surpreende o seu cognitivo das suas habilidades tanto fisica motoura,

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *